Iaido Clube de Portugal

 

Desde a sua criação em 2004, representa em Portugal a disciplina de Iaido através da Associação Portuguesa de Iaido, integrada na Associação Portuguesa de Kendo, membro da Federação Europeia de Kendo (European Kendo Federation) e da Federação Internacional de Kendo (International Kendo Federation), segundo a tradição clássica do Budo.

Nosso grupo tem se dedicado ao estudo Iaido, Kendo, e recentemente ao Jodo e Koryu da escola tradicional Japonesa Sui Ô Ryu.

 

Seguimos Robert Rodriguez, 7.º dan Renshi de Iaido, 6.º Dan Renshi de Jodo, Chumokuroku da escola Sui Ô Ryu

 

O que é o Iaido

 

A palavra Iaido é composta por de três kanji, sendo o primeiro “I” (Iru) significa quietude ou sentido de ser, o próximo é “Ai” que significa combinar ou harmonizar e “Do”, ou caminho. Assim, pode ser traduzido como “o caminho para a harmonia do ser”. Da quietude para a acção, sem hesitação, com foco, objectivo, precisão e uma sensação de estar no momento.

 

A prática do Iaido é feita numa perspectiva de auto-desenvolvimento e não como uma arte de defesa pessoal. O adversário é o nosso eu. A prática de se mover com intencionalidade, foco e precisão, ajuda na vida quotidiana. Iaido é, portanto, uma óptima maneira de exercitar a mente, corpo e espírito.

 

Num amplo sentido é visto como a via do duelo harmonioso: através de uma prática incessante à procura da harmonia com o universo.

 

Nele se focaliza…

…o ataque e a defesa em termos como a distância, o centro do golpe e o empunhar da espada. Em unidade com os mesmos deve seguir o espírito de intercepção do ataque do adversário, de forma harmoniosa, e a sua consequente derrota psicológica…

 

…na sua prática encontram-se…

…o desembainhar, o cortar, o perfurar e o defender, com a espada japonesa, numa grande diversidade de situações, contra um ou mais oponentes.

 

Um pouco de história

 

Desde tempos mitológicos que o Iai é considerado como a grande arte da espada do Japão. Esta atribuição ocorre na senda da forja das espadas que foi o centro do historial das artes marciais deste país.

 

A tradição do Iai tem passado de geração em geração atribuindo-se a sua maior evolução pelas mãos de Hayashizaki Jinsuke Shigenobu à 400 anos atrás. Nascido na velha província de Oshu, Shigenobu prestou oração no templo de Hayashizaki Myôjin na Tateoka-Chô, Perfeitura de Yamagata, e por revelação divina acordou para uma realidade diferente acerca da verdadeira natureza do Iai.

 

No seguimento Shigenobu sistematizou o Iai numa arte marcial independente, a que chamou de Hayashizaki Ryu, ou Shigenobu Ryu. Desde a sua morte Shigenobu é visto por muitos como o fundador e génio criativo do Iai.

 

A partir desse período floresceram no Japão muitas escolas tradicionais de Iai de estilos diferentes das quais apenas cerca de 25 se mantiveram até aos dias de hoje.

O que é o Kendo

 

O Kendo (em japonês, 剣道, o Caminho da Espada) é uma arte marcial japonesa que tem origem nas técnicas de combate dos antigos guerreiros japoneses (Samurai). O Kendo é uma adaptação das técnicas de luta com a espada japonesa.

 

Por forma a assegurar que a prática da modalidade não acarreta riscos para o kenshi e que mantém a vertente marcial que deu origem ao Kendo, o praticante utiliza uma armadura especialmente desenvolvida para a prática. Esta armadura, o kendogu ou bogu, é composto por várias peças que representam também, na sua maioria, os alvos válidos para os ataques. Para além da armadura, o uso de uma espada feita de bambú (shinai) permite uma prática segura.

 

 

Breve História do Kendo

 

Com as suas mais remotas origens no período feudal do Japão, o Kendo como hoje o conhecemos começou a tomar forma durante os séculos XVII e XVIII. O estabelecimento de um período de paz duradoura (o período Edo) levou a um crescimento exponencial de escolas e estilos de manejo da espada japonesa. Por outro lado, as influências filosóficas do budismo Zen e do confucionismo levam a que a ênfase das práticas sejam colocadas não apenas na preparação para o combate mas também no desenvolvimento espiritual e pessoal (do kenshi). Este período de

 

grande desenvolvimento leva a que sejam também desenvolvidos equipamentos de protecção, tornando possível treinar de forma realista sem receio de lesões ou risco para a vida dos praticantes.

 

A revolução Meiji (1868) marca o final deste período de grande desenvolvimento livre nas artes da espada, com a proibição do uso e porte público da katana e com a extinção da classe dos Samurai.

 

Em 1895, o Ministério da Educação japonês funda o Dai Nippon Butokukai, órgão responsável pela preservação dos valores tradicionais das artes marciais e sua divulgação. O mandato deste órgão leva a um grande movimento de unificação das escolas tradicionais de técnicas de manejo da espada causando que surja, pela primeira vez, um conjunto unificado de técnicas usando a denominação actual de Kendo: Dai-Nippon Teikoku Kendo Kata. Este conjunto de técnicas é ainda hoje praticado sob o nome de Nihon Kendo no Kata.

 

Em 1946, após o final da Segunda Guerra Mundial e da rendição incondicional do Japão, o Kendo (assim como todas as outras artes marciais) é banido da vida pública japonesa. Em 1952, com a restauração da independência do país, as artes marciais voltam a ser permitidas e o Kendo volta a ser praticado livremente. É também fundada a Zen Nippon Kendo Renmei (também conhecida por All Japan Kendo Federation), que desde então se torna na entidade responsável pela manutenção, promoção e divulgação do Kendo no Japão.

Dojo

 

Significa, literalmente, “lugar do caminho”. É um lugar de prática formal para qualquer arte marcial japonesa. É utilizado para a realização de formação, exames e outros encontros relacionados.

 

Algumas práticas são conduzida num Dojo Tradicional pelo que é considerado e tratado como um lugar muito especial. O seu uso obdece a alguns procedimentos de etiqueta, focando a não utilização de sapatos no seu interior e a realização de uma limpeza ritual (Soji) no início de cada sessão. Além dos benefícios óbvios de higiene regular, também serve para reforçar o facto de que o Dojo é suposto ser apoiado e gerido pelo corpo de alunos, não pelo corpo docente da escola.

 

Muitos Dojos tradicionais seguem o padrão prescrito com Shomen (“frente”) e várias entradas utilizadas com base na definição de aluno e instrutor. Normalmente os alunos entram no canto inferior esquerdo do Dojo (em referência ao Shomen) com instrutores no canto superior direito. Shomen normalmente contém kamidana (pequeno altar Xintoista) e outros artefactos.

 

Os visitantes também têm tipicamente um lugar especial reservado, dependendo de sua graduação e relação.

APK | Federados

 

Vantagens em ser Federado

 

• Garantia da aprendizagem da prática de Iaido de forma correcta com ensino por professores graduados pela Federação Europeia de Kendo (European Kendo Federation) e\ou pela Federação Internacional de Kendo (International Kendo Federation). Estas organizações regulam a prática do Iaido e do Kendo a nível Europeu e Mundial sendo a Associação Portuguesa de Iaido e a Associação Portuguesa de Kendo APD membro de ambas e o seu representante exclusivo em Portugal;

• Frequência dos estágios e\ou outros eventos organizados pela APIAIDO / APK gratuitamente ou a preços reduzidos;

• Mensalidades mais baixas na frequência dos Dojos;

• Graduações;

• Participação nas competições Regionais, Nacionais e\ou Internacionais;

• Apoio (eventual) nas deslocações aos estágios e\ou competições a nível internacional mediante a aprovação e após recomendação pelo director técnico.

FAQ

 

Requisitos necessários para a prática…

O candidato deve ter em mente o factor perseverança em primeira instancia e assistir a uma aula com o objectivo de tomar contacto com o grupo e observar a prática. Em seguida, manifestar a sua vontade de praticar acordando respeitar todos os principios inerentes ao local e escola.

 

Equipamento para inicio de prática…

Para o começo é apenas necessário uma roupa confortavél, um par de joelheiras e uma espada de madeira (bokken).

 

Equipamento para nível médio e avançado…

Em progressão natural segue-se a aquisição da vestimenta tradicional do Iaido que é composta formalmente por um iaido-gi preto / shitagi branco / hakama preto / obi e um iaito.

 

Sistema de graduação…

Obedece a tempos de prática e exames de ordem federativa instituídos atribuídos a 8 níveis com grau controlados e aconselhados pelos professores.

Horários - IAIDO

 

PRÁTICA INICIAL - AVANÇADA  •  Almada | Laranjeiro  •  DOJO EGAMI - ASP  •  R. José Carlos de Melo 128, Almada

Sábados | 14h00 – 17h30  •  Instrução: Manuel Rodrigues (direcção técnica do ICP) 4.º Dan Iaido / 4.º Dan Kendo  •  Mensalidade: 30 Euros

 

 

 

 

 

PRÁTICA AVANÇADA  •  Lisboa | Alvalade  •  ESPAÇO REAJ  •  Rua do Centro Cultural n.º 27 3º, 1700-106 Lisboa  •  Sala Chi

Quartas | 21h00 – 22h30  (por marcação)  •  Instrução: Manuel Rodrigues (direcção técnica do ICP) 4.º Dan Iaido / 4.º Dan Kendo

 

 

 

 

 

Horário - KENDO

 

ESTÁDIO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA- ACADEMIA DE FITNESS  •  Av. Prof. Gama Pinto - Edifício da Cantina I • Campus da Cidade Universitária - Lisboa

Terças e Quintas | 19h45 – 21h00  •  Instrução: Manuel Rodrigues4.º Dan Iaido / 4.º Dan Kendo  •  Mensalidade: (Consultar Tabela EUL)